Comprar Bilhete • 1 de Abril • Grande Auditório
Comprar Bilhete • 8 de Abril • Grande Auditório

The Mole Song: Final – Takashi Miike – 129’ (Jap) – CF – Comédia/Horror – CENAS EVENTUALMENTE CHOCANTES

1 de Abril • Pequeno Auditorio • 23:15 | 8 de Abril • Grande Auditorio • 23:00

 

Com o exagero e a violência que lhe são característicos, o realizador de culto faz-nos penetrar numa luta pelo poder que mete mafiosos sicilianos e japoneses. Reiji é um policial cheio de processos por mau comportamento que está em missão clandestina para destruir o maior traficante de droga do Japão e o filho. Misturando animação e imagem real, referencias a sexo e acções extremas, Miike é sempre original e criativo, mas não se espere deste prolífero realizador de culto japonês, um filme brando.

 

Takashi Miike

Takashi Miike nasceu em 1960. Estudou com Shohei Imamura com Hideo Onchi. A sua primeira longa-metragem foi “Shinjuku Kuroshakai China Mafia War” (1995) e teve reconhecimento internacional com “Fudoh” (1996), já apresentado no Fantasporto. Um realizador de culto no Japão, faz 3 a 4 filmes por ano e teve já uma homenagem especial por parte do Festival de Roterdão. “Audition” (2000) foi apresentado no Fantasporto 2001 e “Ichi, the Killer” veio a seguir, no Fantas 2002. “The Mole Song: Final” fecha a trilogia iniciada com “Undercover Agent Reiji” (2013) e “Hong Kong Capriccio” (2016).

 

Título Original: Mogura No Uta / País: Japão / Realização: Takashi Miike / Ano: 2021 / Argumento: Kankuro Kudo / Actores: Toma ikuta, Shinichi Tsutsumi, Riisa Naka, Koichi Iwaki / Efeitos Visuais: Noboyasu Kita / Contacto: Fuji TV / Duração: 129’