AH CHUNG

AH CHUNG (TAIWAN)


Chang Tso-Chi, 97’ - 1996 - Taiwan - v.o. leg. ingl.

 

O jovem Ah Chung acaba os estudos liceais e mergulha numa tempestade familiar e pessoal em que a comunidade também está em turbilhão. 


  • AJIN: DEMI-HUMAN (TAIWAN)


    Vindo da maior companhia de cinema do Japão, a Toho, e no seguimento do acolhimento há 2 anos de “I’m Not a Hero” no Fantasporto, chega-nos agora uma história fantástica sobre humanos que não morrem, numa perspectiva cheia de originalidade e acção, questionando o poder daqueles que sabem que podem fazer tudo sem consequências. Selecção do Festival de Paris.

  • NEVER TOO LATE TO REPENT (TAIWAN)


    Aos 13 anos ele vivia nos bairros de prostituição como angariador de clientes, até à altura em que é condenado a 15 anos de prisão por homicídio. Este filme marcou o tom da onde de B-movies que se seguem.

  • SESSÃO DE ABERTURA - ANNA KARENINA: VRONSKY’S STORY (TAIWAN)


    O filho de Anna Karenina quer saber porque Vronski arruinou a vida da mãe. Uma mega-produção da Mosfilm abre as competições. Para além do romance clássico de Tolstoi, o filme mostra numa surpreendente criação de Karen Shakhnazarov, o outro lado da conhecida história de Anna Karenina, a mulher casada que se envolve com um oficial do exército. Sumptuosa recriação da aristocracia russa no séc XIX. Selecção Festival Shanghai e Festival de Zurique.